in

“Ser gay foi o melhor presente que Deus me deu” disse Tim Cook presidente da Apple

Há quatro anos, Tim Cook revelou ser gay, tornando-se assim o primeiro CEO de uma grande empresa a assumir-se homossexual publicamente. Numa entrevista a Christiane Amanpour, da CNN International, o executivo mostrou-se feliz pela distinção e decisão. A sua preferência sexual já era especulada antes do anuncio.

“Tenho muito orgulho disto. Foi o maior presente que Deus me deu”, disse Cook na entrevista. O CEO declarou ser uma pessoa reservada, mas que se considerava egoísta ao não confirmar isto publicamente, e que poderia ajudar outras pessoas e a causa ao abrir-se em relação à sua orientação sexual.

“Queria demonstrar aos jovens gays que é possível serem assim e ter empregos importantes”, continuou. Cook ainda se disse em choque por ter sido o primeiro CEO de uma empresa da lista Fortune 500 (das maiores e mais influentes companhias do mundo) a assumir-se, e que fica feliz ao ver outros executivos a seguir os seus passos e a anunciar a sua orientação sexual.

Ele disse também que isso o fez ser um melhor líder, além de o ter tornado mais forte. “Eu aprendi o que é ser de uma minoria, e isso trouxe-me uma maior capacidade de sentir mais empatia.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

“Integridade e Sinceridade são ideias importantes na minha obra.” Colin Ginks em conversa com Francisco Lacerda

Guilherme Reis o Spicy boy de Novembro