in

Igreja Mórmon, a primeira a aceitar mudanças LGBT+

A Igreja Mórmon faz uma inversão de 180º nas suas políticas anti-LGBT.

Nesta quinta-feira, dia 4 de Abril 2019, a Igreja Mórmon, anunciou que irá mudar algumas das suas políticas que são contra pessoas LGBT+ e as suas famílias.

Políticas essas que entraram em vigor em 2015, e que expressavam que qualquer Mórmon que ingressasse em casamentos com pessoas do mesmo sexo, ou atos homossexuais, seriam considerados “renegados” e excomungados da igreja. Por sua vez estas políticas também condenavam batismos de crianças com pais do mesmo sexo.

Mesmo que os casamentos LGBT já não possam ser usados como forma para excomungar alguém, continuam ainda a ser considerados uma “transgressão”.

“Com efeito imediato, crianças com pais que se identifiquem como Lésbicas, Gays, Bissexuais ou Transgénero podem ser agora batizados (…) se e só se os pais em questão derem a sua permissão e entenderem ambas a doutrina que a criança batizada irá receber, bem como os deveres que estas necessitam ter para com a comunidade!”, partilhado pelo Presidente Dallin H. Oaks

Dallin H. Oaks acredita ainda que “estas políticas, bastante promissoras… focam-se nas famílias afetadas” e que “mostrar mais compreensão, compaixão e amor deve promover mais respeito e compreensão entre pessoas com boa vontade”

“Antigamente, o nosso “Handbook” caracterizava pessoas com casamentos do mesmo sexo como uma apostasia”, como se pode verificar no notificado sobre as novas políticas da Igreja Mórmon. “Apesar de considerarmos o casamento LGBT uma transgressão, este não será tratado desse modo em questões de disciplina da Igreja. Deste modo, qualquer que seja a conduta imoral, quer em casamentos heterossexuais ou homossexuais, será tratada de igual forma e consideração.”

Esta decisão surge dos vários anos de protestos por parte de da comunidade LGBT+ dos Mórmons, que já por várias vezes pediram a reformulação das políticas da igreja. Que por sua vez têm vindo a suavizar e a aceitar melhor as mudanças e dogmas caducos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Bruno Rosa o Sweet de Abril

KEITH HARING: O Labirinto