in

CuteCute LoveLove OMGOMG

A Netflix está prestes a ficar ainda mais gay-friendly

Notícias impressionantes do New York Comic-Con: o muito esperado reboot Netflix da série She-Ra contará com personagens gays assumidas.

A notícia veio durante um painel dedicado à serie, onde a criadora do reboot Noelle Stevenson e os membros do elenco Aimee Carrero, Karen Fukuhara e Marcus Scribner responderam às perguntas do público. Durante a discussão, Carrero mencionou os “dois pais” do personagem principal Bow.

Scribner, que dá voz de Bow, entrou em cena para elaborar. “Isso é difícil porque é um pouco spoiler, mas ao mesmo tempo eu sinto que a She-Ra realmente não se esquiva de refletir sobre o que está a acontecer no mundo que nos rodeia. Não é algo que realmente precisa ser discutido, é o que é. Bow tem dois pais. Eu sinto que isso reflete muitas famílias modernas e o que nos rodeia na atualidade.”

Fukuhara, que dá voz de Glimmer, também sugeriu que os pais de Bow irão desempenhar um papel fundamental na primeira temporada.

A notícia deve ter uma boa recepção por parte dos fãs de She-Ra, que há muito reconhecem a personagem principal como um ícone gay. A série original estreou nos anos 80 como spin-off do popular He-Man e dos Masters of the Universe. He-Man também mantém um grande número de seguidores gays, em parte graças a uma lista de personagens masculinos pouco vestidos e musculosos.

Na história original, um exército do mal sequestra a Princesa Adora de Eternia e esconde-a num planeta distante. Quando o seu irmão gémeo, o Príncipe Adam, descobre uma espada mágica e se torna o seu alter-ego He-Man, viaja através do universo para encontrar a princesa e ajudá-lo a realizar o seu destino como She-Ra. A nova série deverá seguir a história original, embora a Netflix ainda não tenha anunciado se o He-Man aparecerá. A série deverá estrear na Netflix a 16 de novembro.

 

 

Agradecimentos: António Barbosa

Luis Guerra 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Comemora-se hoje o dia internacional do Coming out

“A zona mais bonita do corpo masculino”. Uma conversa entre Duane Michals e Francisco Lacerda