Representatividade LGBTQ+ em super-heróis

O aumento de diversidade no mundo dos super-heróis.

No mundo das bandas desenhadas existem diversos personagens LGBTQ+, mas poucos ganham o devido destaque. Felizmente, o mainstream está a começar a incorporar esta realidade nas suas obras.

Recentemente, na série da The CW, a Batwoman revelou ser lésbica. Através da capa da CatCo, revista em que a Supergirl trabalha, a personagem revelou a sua orientação sexual e tornou-se a primeira super-heroína abertamente lésbica da TV.

Ainda no universo da DC, Dreamer é a primeira super-heroína transgénero da TV, interpretada pela atriz Nicole Maines, que também é uma mulher trans. O seu verdadeiro nome é Nia Nal e ela trabalha como repórter na revista CatCo.

No cinema, o ator Ryan Reynolds dá vida ao anti-herói Deadpool. Apesar de ele não ser abertamente bissexual, o seu interesse por homens e mulheres é evidente tanto nas bandas desenhadas quanto nos filmes.

Não podemos esquecer do super-herói do Pois.pt, que representa a multiplataforma e a comunidade LGBTQ+. O nosso herói já esteve presente em alguns eventos e acompanha o Pois.pt a qualquer lugar.

A diversidade no mundo dos super-heróis está a aumentar gradualmente, mas esperamos poder ver personagens LGBTQ+ em grandes franquias e com muito mais protagonismo em breve.

Like this article?

Share on facebook
Share on Facebook
Share on twitter
Share on Twitter
Share on linkedin
Share on Linkdin
Share on pinterest
Share on Pinterest
Luiz Garcia

Luiz Garcia

Luiz Guilherme Nunes Garcia é um brasileiro do signo de carneiro, apaixonado por cultura pop e cultura brasileira. Estuda línguas e humanidades e pretende seguir carreira na área de comunicação e jornalismo.

Check More Posts

Leave a comment