BALTHUS: Bias e Preconceito em Arte

Uma petição publica recentemente pedia a retirada da coleção do MET da obra Thérèse Dreaming por ter sexo explicito e sugerir algo obsceno. O critico de arte Philip Kennicott The Washington Post foi o responsável pela critica.

Balthasar Klossowski de Rola (1908-2001), ficou conhecido por Balthus, um dos melhores artistas do século XX. Balthus ficou conhecido pela sua arte erótica em pintura, mostrando a puberdade e voyerismo de adolescentes mulheres. O primeiro quadro que o tornou famoso foi em Paris a obra Lição de Guitarra (1934), a qual causou controvérsia por ser sádica e sexualmente explicita. Foi considerado muitas vezes elogiado por artistas como: André Breton, Pablo Picasso, Joan Miró, Man Ray and Alberto Giacometti.

The Guitar Lesson, 1934

O seu trabalho tem uma enorme influência da escritora Emily Brontë, textos e fotografias de Lewis Carroll, e de quadros de Masaccio, Piero della Francesca, Simone Martini, Poussin, Jean-Étienne Liotard, Joseph Reinhardt, Géricault, Ingres, Goya, Jean-Baptiste-Camille Corot, Courbet, Edgar Degas, Félix Vallotton and Paul Cézanne.

O seu trabalho influência inúmeros artistas como Duane Michals e Émile Chambon. O realizador filmmaker Jacques Rivette com a sua Nova Vaga, no filme Hurlevent (1985) o qual inspirado por Balthus’s.

Balthus Foundation é criada em 1998.

Thérèse Dreaming, 1938

Uma petição publica recentemente pedia a retirada da coleção do MET da obra  Thérèse Dreaming por ter sexo explicito e sugerir algo obsceno. O critico de arte Philip Kennicott The Washington Post foi o responsável pela critica.

Like this article?

Share on facebook
Share on Facebook
Share on twitter
Share on Twitter
Share on linkedin
Share on Linkdin
Share on pinterest
Share on Pinterest
Francisco Lacerda

Francisco Lacerda

Francisco Lacerda é artista, crítico cultural e director criativo do Pois. Escreve para o Pois desde 2018. Escreve também para vários meios de comunicação social e é curador de arte internacional. Estudou em Lisboa e Londres, onde desenvolveu conhecimentos no mundo de arte, gestão e luxo. Francisco Lacerda já realizou entrevistas em representação do Pois, a artistas como: Duane Michals, Edouard Taufenbach, Anthony Lister, Manuel Braun.

Check More Posts

Leave a comment

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

To use social login you have to agree with the storage and handling of your data by this website. GDPR Política de privacidade

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.